Apóstolas
Clelia Merloni
Coração de Jesus
Província - PR
Vice-Província
Educação
Saúde
Pastoral
Ação Social
Vocacional
Triunfo
GFASC
Links
Localização
WebSisterZu
Página Inicial
 
Serviços
Capela Virtual
Arquivos
Calendário
Cartões
Fotos
Informativos
Mensagens
Mural
Notícias
Enquete
WebMail
Triunfo
O Mistério Litúrgico


Tempo privilegiado de conversão, de combate espiritual, de jejum medicinal e caritativo, a Quaresma ainda é, e sobretudo tempo de escuta da palavra de Deus, de uma catequese mais aprofundada, que recorda aos cristãos os grandes temas batismais, em preparação para a Páscoa Batizados na morte e ressurreição de Cristo, devemos viver segundo uma moral de ressuscitados, seguindo, não uma lei abstrata, mas o exemplo de Cristo, em sua obediência filial ao Pai.
No Tempo da Quaresma o povo de Deus empreende um esforço exigente, porém libertador, que deve abri-lo ao chamado do Senhor e da comunidade cristã. Privando-se do alimento terreno, nas múltiplas formas que se lhe apresentam, aprenderá saborear, acima de tudo, o Pão da Palavra de Deus e da Eucaristia, e melhor sentirá o dever de dividir os bens com os outros.
O concílio Vaticano II recomenda: “a penitência quaresma não seja só interna e individual, mas sobretudo externa e social. E a prática penitencial, segundo as possibilidades de nosso tempo e das diversas regiões, como também, consoante as condições dos fiéis, incentivada e... recomendada” (SC 110)

Celebrar a Eucaristia, no tempo da Quaresma significa:
- percorrer, juntamente com Cristo, o itinerário da provação que pertence à Igreja e a cada homem;
- assumir mais decididamente a obediência filial ao Pai e ao dom de si aos irmãos, que constituem o sacrifício espiritual.
Assim, renovando os compromissos do nosso Batismo, na noite pascal, poderemos “fazer a passagem” para a vida nova de Jesus-Senhor Ressuscitado, para a Glória do Pai, na unidade do Espírito.


1-O Tempo de Quaresma vai da quarta-feira de cinzas até a Missa “na Ceia do Senhor”, exclusive. Essa Missa vespertina dá início ao Tríduo da Paixão, morte e Ressurreição do Senhor, que tem seu ponto alto na Vigília Pascal e termina com as Vésperas do Domingo da Ressurreição.
A semana que precede a Páscoa tem o nome de Semana Santa e tem início com o Domingo de Ramos.

2. A Quaresma principia com um rito penitencial, na Quarta feira de Cinzas. O rito da bênção e imposição das cinzas não é necessariamente unido à Missa; pode ser celebrado sem esta

Fonte: Missal cotidiano – Paulus edições – página 160

VOLTAR
Versão para impressão
Conteúdo visualizado 1.102 vezes.
Última atualização em 17/02/2010.
Copyright © 2007 - Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: MDR Informática - projetos web sob medida